seu tenis

Como aumentar vida útil dos seus tênis de corrida?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on email

Um dos maiores aliados para a corrida de rua, obviamente, são os tênis de corrida. Eles são tão importantes que o uso correto traz benefícios desde evitar lesões até aumentar o rendimento. Mas quantos quilômetros eles duram? Como fazer para aumentar vida útil dos tênis de corrida? Quando saber que deve trocar? 

Quantos quilômetros um tênis de corrida dura?

De acordo com as marcas esportivas, eles “aguentam” entre 300 km e 600 km. Esse número vem da eficiência da entressola do tênis, aquela espuma que fica entre a parte de cima, de tecido e o solado propriamente dito. Cada marca tem seu composto para essa parte, geralmente, feito de EVA. E, conforme o fabricante, essa entressola recebe diferentes tecnologias para melhorar a sensação de amortecimento, como géis, cápsulas de ar, placas de plástico, entre outras tecnologias. 

Um dos maiores aliados para a corrida de rua, obviamente, são os tênis de corrida. Eles são tão importantes que o uso correto traz benefícios desde evitar lesões até aumentar o rendimento. Mas quantos quilômetros eles duram? Como fazer para aumentar vida útil dos tênis de corrida? Quando saber que deve trocar? 

 

O que faz com que a vida útil dos tênis de corrida diminua?

Além da entressola, temos que falar do desgaste na sola do tênis. Elas são feitas de polímeros e no processo de produção da borracha são criadas microbolhas no solado que, cheias de ar, são responsáveis pela absorção e impulsão. Ao correr, com a diferença de temperatura entre o pé, tênis e, por consequência, o suor, essas microbolhas ficam cheias de umidade. Com isso, acontece o efeito “balão cheio d’água”. 

Cada vez que corremos com tênis úmidos, o líquido absolvido estoura as microbolhas reduzindo a capacidade de absorção da sola e, com isso, reduz a vida útil do tênis. A explosão das microbolhas se dá por uma característica dos líquidos que é a de ser incompressível, ou seja, não mudar seu volume com pressão. 

Outro ponto para se considerar é a superfície onde o tênis é usado. A maioria dos tênis de corrida informa qual é a superfície ideal para eles. Para os que não apresentam nenhuma informação, o terreno padrão, portanto, normalmente é a estrada.

O estilo de corrida do usuário também é um fator: dependendo da passada e da zona de impacto, o desgaste pode ser heterogêneo. É bom cuidar qual é a área mais afetada e ver qual tênis mais adequado. 

Vale lembrar da hidrólise que já fizemos texto ali no blog: https://bodout.com.br/hidrolise-nos-tenis-o-que-e-e-como-atrasar/

Quando saber qual é a hora trocar?

Os principais indicadores são os desgastes na sola, em especial no calcanhar ou no tecido. Após um tempo de uso, verifique frequentemente essas condições. 

Um dos meios de verificar é cuidar é a elasticidade da sola, especialmente nos tênis de uso diário. Com o tempo, o material da sola pode endurecer devido às condições naturais e perder a elasticidade que ajuda no amortecimento e protege os joelhos. Portanto, é preciso fazer uma avaliação: se você apertar a sola e perceber que ela está mais sólida, e antes era mais macia, isso pode ser um sinal de que o material endureceu e envelheceu e talvez seja hora de substituir seu tênis. 

Mas o principal fator é observar como seu corpo se comporta após o exercício. Um bom par de tênis de corrida deve permitir que seu corpo termine uma corrida se sentindo tão bem quanto no início, sem nenhum ponto de dor prolongada. Se você perceber, por fim, que está começando a sentir dores em lugares em que você nunca sentiu antes – especialmente nos pés, canelas ou parte superior do calcanhar –, isso pode significar que seus tênis precisam ser substituídos. Ouça seu corpo!

Com isso, Confira um vídeo do canal “Tênis Certo” que tem uma análise bem completa dessa questão: https://www.youtube.com/watch?v=_VZlr0aAzd4

Como fazer para aumentar vida útil dos tênis de corrida?

As duas principais maneiras fazer isso são: 

Um dos maiores aliados para a corrida de rua, obviamente, são os tênis de corrida. Eles são tão importantes que o uso correto traz benefícios desde evitar lesões até aumentar o rendimento. Mas quantos quilômetros eles duram? Como fazer para aumentar vida útil dos tênis de corrida? Quando saber que deve trocar? 

  1. Mantenha-os secos. Como vimos anteriormente, a umidade é uma grande vilã da vida útil dos seus tênis. Nesse ponto, entra o sachê de Bodout, ao criar um microclima, a sílica gel absorve a umidade da sua última atividade e, portanto, faz com que seus tênis durem mais! Veja como usar: https://bodout.com.br/como-usar-silica-gel-bodout/
  2. Se possível, alterne entre dois ou mais tênis. Isso permite que o tênis se “recupere” e evita um outro problema: a sua corrida ser influenciada por um único tênis.

Cadastre seus contatos e receba dicas e promoções

Iniciar chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos te ajuda?