Principais equipes do futebol brasileiro em 2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on email

Estamos iniciando o mês de Março, mas já podemos elencar as principais equipes do futebol brasileiro em 2020. Ao passo que passa o ano, vamos fazer o ranking dos time que seja por manter um bom trabalho ou por ter feito mudanças pontuais merecem um certo destaque:

 

1º colocação no ranking das principais equipes do futebol brasileiro – Flamengo 

Para começar o ranking das principais equipes do futebol brasileiro em 2020, vamos com o atual campeão brasileiro e da Libertadores. O Flamengo é unanimidade quando se diz qual é o time que está melhor e é favorito para os campeonatos que disputa. 

O grande trunfo do rubro negro foi manter o elenco e, principalmente, o técnico Jorge Jesus. Ainda somando a Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol, chegou reforços como Pedro e Pedro Rocha. 

No início do ano, o time já conquistou a Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana com certa folga frente Athletico e Independiente del Valle, além de conquistar o primeiro turno do campeonato carioca. Portanto, o  Flamengo é o time a ser batido esse ano.

Time base: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Thiago Maia, Gerson e Everton Ribeiro; Arrascaeta,  Vitinho e Gabigol.

Próximos jogos: 

11/03 – Libertadores – x Barcelona (EQU) 

15/03 – Carioca – x Portuguesa 

19/03 – Libertadores – Independiente del Valle (EQU)

 2º colocação – Grêmio 

Apesar da imensa derrota das semifinais da Libertadores para o campeão Flamengo, o Grêmio ainda é um grande time que vai incomodar no ano de 2020. Manteve Renato Gaúcho que superou Muricy Ramalho como o técnico brasileiro com mais tempo de serviço desde 2003, mas também renovou com Everton, destaque da campanha do Brasil na última Copa América. 

A perda do Luan e a falta de uma peça na armação do jogo preocupa, contudo os reforços nas laterais e no meio campo defensivo colocam o Grêmio na segunda colocação deste ranking.

Consequentemente, um dos grandes desafios tanto para o Grêmio quanto para seu rival, Inter, serão os duelos na Libertadores.

Confira um especial do Globoesporte sobre o Grenal da Libertadores: https://interativos.globoesporte.globo.com/rs/futebol/voce-escala/escale-o-time-ideal-com-jogadores-de-gremio-e-inter-campeoes-da-libertadores

Time base: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Lucas Silva, Matheus Henrique e Maicon, Alisson, Everton e Diego Souza

Próximos jogos: 

12/03 – Libertadores – x Internacional 

15/03 – Gaúcho – x São Luiz 

18/03 – Libertadores – Universidad Católica x

 

colocação no ranking das principais equipes do futebol brasileiro – Palmeiras 

A chegada de Luxemburgo preocupou os torcedores palmeirenses, mas o início do ano está bom, porém ainda pode melhorar. De dez partidas no ano, o Palmeiras não venceu quatro, com empates contra São Paulo, Santos e Ferroviária, derrota para o Bragantino. Nos clássicos, quando enfrentou rivais mais fortes, não conseguiu fazer gol. Isto, apesar de ter o maior número de gols do Campeonato Paulista.

Vanderlei Luxemburgo está à procura da formação ideal. Às vezes, o time parece espaçado, como na Argentina, contra o Tigre. Em outras, agrupa-se, como contra o Santos. Mas ganha jogos trocando passes, como contra o Guarani e o Mirassol. Porém, outras vezes, atrasa a marcação e prefere a transição rápida, como no primeiro tempo contra o Santos.

O forte elenco e a falta de outros candidatos o colocam, assim, ainda na terceira colocação deste ranking.

Time base: Weverton; Gabriel, Felipe Melo, Gustavo Gomez e Viña; Ramires, Bruno Henrique e Dudu; William, Rony e Luiz Adriano.

Próximos jogos:

10/03 – Libertadores – x Guarani 

15/03 – Paulista – Inter de Limeira x 

18/03 – Libertadores – Bolívar x 

 

colocação – Internacional

O colorado que até setembro de 2019 estava nas três competições,mas viu seu futebol implodir com a perda da Libertadores nas quartas para o Flamengo e, principalmente, a final da Copa do Brasil para o  Athletico. A demissão de Odair Hellmann fez com que o time acabasse fora do G4, posição que o, por consequência, o fez jogar a Pré Libertadores. 

Nos primeiros jogos, Eduardo Coudet estava encaixando o time dentro de suas filosofias. Agora, com a chegada da fase de grupos da Libertadores, o argentino tem mais liberdade para ousar e colocar o time mais para frente. Apesar de passar pela tensa Pré Libertadores, falta ainda um teste de fogo contra uma equipe qualificada e o Grenal da Libertadores pode servir para isso já que o time perdeu no mata mata do campeonato Gaúcho para o tricolor. 

Time base: Lomba; Rodinei, Cuesta, Bruno Fuchs e Moisés; Musto, Edenilson e Boschilia, Marcos Guilherme, D’Alessandro e Guerrero 

Próximos jogos:

12/03 – Libertadores – Grêmio x 

15/03 – Gaúcho – São José x 

18/03 – Libertadores – x América de Cali